Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Há carros que travam, há outros que deslizam

 

 

Felizmente o meu carro pertence ao primeiro grupo... senão hoje não estava aqui... ou se estava era na condição de toda partida.

 

Ora bem, vai uma gaja (eu) lançadinha pelo A5, direcção Lisboa-Cascais, quando uma filha de grande meretriz resolve fazer a asneira do ano e me ia matando. A mim e à minha filhota mais velha.

 

Quem conhece a A5 sabe que esta termina com 2 faixas de rodagem, cada uma com o seu destino. Não há muito que saber: quem vai para Cascais (centro) vai para a faixa da esquerda, quem segue outro destino encosta-se à direita.

 

Como costumo dizer que tenho azar na vida, e para não variar, a estúpida gadelhuda que seguia à minha frente enganou-se na saída e não vai de modas... pára, passa por cima da "zebra" e arranca quando estou a escassos metros dela. Até agora não sei como tive mãozinhas para segurar o carro, confesso.

 

A ti, minha grande p*ta, que por causa da tua atitude inconsciente e estúpida que ia originando um aparatoso acidente só te desejo que passes uma semana com uma brutal diarreia que nem te deixe sequer sair da casa de banho. É só para te lembrares da m*erda que ias fazendo.

 

Obrigadinha por me obrigares a ver a minha vida toda condenada em míseros segundos, meu grande estafermo!

 

sinto-me: Fula da vida.

publicado por Mia às 11:19
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Choro, baba e ranho

Hoje vai haver choro. Muito choro... com direito a baba e ranho. Choro em dueto.

 

 

Já estou a ver a minha vida a andar para trás. Ando aqui a dar voltas à minha cabeça para encontrar a melhor forma de dizer aos filhotes que o amiguinho deles quinou. Bateu a bota. Foi desta para melhor.

 

Mais uma vez, o papá já passou a batata quente para a mamã. E eu que me desenrasque...

 

Mentir não vou. Só me resta dizer: " meninos, o ratinho morreu!"

sinto-me: sei lá...

publicado por Mia às 15:03
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

o lado não da questão...

O meu filho na Quarta-feira estava com o lado não à flor da pele. Não queria sair do infantário, não queria se despachar, não queria vestir o casaco, não queria andar, não queria ir buscar as irmãs, não queria entrar dentro do carro, não queria por o cinto de segurança... e eu já a bufar!! Tive que me armar em mãe-Hitler-de-saltos-altos, não tive outra alternativa. Era isso ou ia pendurar o puto no estendal... só para arejar um pouco as ideias :P

 

Perante a minha mudança de atitude o puto acusa-me:

 

- " És uma mãe má!!!"

 

Fingi que não ouvi e mais tarde, quando ele já estava mais calmo, tive uma conversa "séria" com ele. Expliquei-lhe o porquê que a mamã se tinha zangado e que não se deve dizer tais coisas aos pais (e expliquei o porquê).

 

O puto deve ter assimilado as palavrinhas todas. Tanto que mudou a abordagem.

 

Agora, quando não lhe faço as vontadinhas todas, diz:

 

- " És uma mãe muito amiga, és!"

 

OMG, onde é que eu errei!! LOL

 

Pela amor da santa, santa paciência!!


publicado por Mia às 13:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

M E D O

 

Os filhotes e o papá "bichanavam" algo na sala. Cada vez que me aproximava calavam-se. Hummmm... suspeito, diria!

 

Ao jantar, o Dudu:

 

- " mamã? sabes o que o papá te vai oferecer no Natal?"

 

-" Não...."

 

- " vai-te dar algo que tu gostas muito, muito, muito, muito!"

 

- "Hummmm... não sei..."

 

- " mãe, é a coisa que tu mais gostas, algo que é muito importante para ti... anda sempre contigo"

 

 

 E perante isto: suores frios, as minhas pernas ficaram bambas, a respiração ofegante e descontrolada, o coração perto de um colapso e eu à beira de ataque de nervos.

 

Quase que nem reagi. No meio do meu sorriso amarelo vagueava uma unica frase na minha cabeça:

 

"OMG!!! Não!!!! Outro filho, não!!!!"

 

LLOOOLL

 

sinto-me: a rir, a rir

publicado por Mia às 13:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

O-Balão-do-João-voa-voa-pelo-ar-e-aqui-a-tonta-foi-o-apanhar...

 ( imagem retira da netiiiiii)

 

 

 

Telefona-me o maridão logo pela manhã:

 

-“ Preciso que me faças um favor. Podes passar por aqui?”

 

Respondi que logo que acabasse de desempenhar a minha tarefa de “jarbas” (motorista particular dos filhotes) passava pelo escritório.

 

Deixo os filhotes nas respectivas escolinhas, apanho um trânsito do caraças para chegar e estaciono o carro perto de um infantário.

 

Saio do carro e ouço um coro infantil:

 

- “ Senhora, Senhora!!!”

 

-“ Pode apanhar o meu balão?” – dizia um petiz que não devia ter mais de 3 anos.

 

E eu armada em boa samaritana, olho para o balão voador, apresso o passo com um olho no balão e outro na calçada – para não enfiar o salto nos espaços da calçada – e confiante que vou apanhar o balão dou um pequeno salto enquanto elevo os braços e quando as minhas mãos tocam no balão …. BUUUUUUUUM!!!!

 

Por momentos petrifiquei… só ouvia as vozes das criancinhas: Ohhh Ohhhh!!! Incrédula com o que se tinha ocorrido, só pensava que raio se tinha passado. Porque raio a porra do balão rebentou mal lhe toquei. A resposta era indiscutível. Tinha acendido um cigarro mal sai do carro (sim, no meu carro não se fuma) e com a pressa de apanhar o balãozito, esqueci-me por completo do cigarro. O resultado não poderia ser outro, obviamente. BUUUUMMMM!!!

 

 Olho para o petiz, a medo (confesso com muito medo) e vejo a tristeza a instalar-se no rosto. E agora, perguntei a mim própria? Fujo?? Encaro aqueles 50 olhinhos fixados em mim?? Meto as mãos nos bolsos, olho para o ar, e assobio como se não fosse nada comigo??

 

O alarme foi dado, o puto desata numa berraria pegada e a educadora aparece. Tou lixada… vou ser chacinada por rufias de 1 metro.

 

Através da rede de segurança falei com a educadora. Expliquei-lhe que acidentalmente tinha arrebentado o balão do pikeno. Pedi desculpa à criança que me olhava com um olhar fulminante, se o olhar matasse, acreditem que já estava mortinha da Silva.

 

Apesar da Educadora dizer que não fazia mal, que não era nada de grave, que ele se ia esquecer dentro de pouco tempo, a minha consciência não estava tranquila. O desânimo, a tristeza, que eu vi nos olhos daquela criança não abandonavam a minha mente. Como tri-mãe também não gostava de ver os meus filhos assim tristinhos, e ainda por cima, por minha culpa.

 

Meti-me no carro e zarpei até ao supermercado mais próximo. Comprei balões, muitos balões!

 

Voltei à escolinha, chamei a educadora para lhe dar as embalagens de balões. Felizmente ainda estavam todos a brincar no recreio. Ela chamou o miúdo para falar comigo.

 

- “ Como rebentei o teu balão, e não quero que fiques triste, comprei-te um novo. Para ti e para os teus amigos!!”

 

E a criança - de sorriso rasgado -  agradeceu.

 

… e eu senti-me leve, novamente.

 

È claro que perdi montes de tempo nesta brincadeira. Quando cheguei ao pé do maridão olha para o relógio e indaga:

 

- “ Demoraste tempo. Aconteceu alguma coisa?”

 

- “ Sim… tive que ir comprar balões…”

 

- “ Balões...Balões??”

 

- “ pois… teve que ser…” 

 

                                                                                                     

 

sinto-me: a começar bem o dia

publicado por Mia às 13:22
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Preciso de uma ajudinha...

 

 

... coisa simples, portanto.

 

Vá homens que se passeiam aqui pelo estaminé chegou a hora de "pagarem" pelas letrinhas lidas. Sei que nunca aprenderam nada aqui, que é uma perda de tempo. Mas, isso agora não interessa nada, nadinha!!

 

Não estou a ser sensata e vou alargar o meu pedido a Homens e Mulheres. Porque aqui se "passeam" muitas mulheres de armas.

 

E por falar em armas... alguém sabe onde posso adquirir uma arma de fogo automática tipo: Metralhadora M61 Vulcan ( 10 000 tiros por minuto deve dar para aquilo que quero). Hummm... eu sei que achar um bicho destes não deve ser fácil de encontrar e , também é melhor não me meter com "bichas" desta envergadura. Não é por nada, mas, depois, para a transportar não seria viavel... este corpinho-frágil-é-favor-de-não-quebrar não tinha forças para a arrastar, quanto mais para a deslocar!!

 

pronto, eu contento-me com uma M16.... também deve dar para fazer uns buraquinhos :P:P:P

 

e vocês perguntam: " para que é que queres uma metralhadora?"

 

Fácil, fácil!!!

 

Para acertar na próxima velha que tiver a ousadia de dizer " oh!! que bebé tão linda" enquanto espeta 2 beijos nas mãos na minha Maria-Princesa!!!!

 

Porra, começo-me a passar, porra! Só ontem aconteceu duas vezes. Lá que conheçam o meu maridão desde que ele usa fraldas... o problema é dele. Lá que ele seja mais conhecido que o Papa na nossa área de residência... o problema é dele ( e infelizmente também é meu). agora separem as águas... ou não posso sair à rua com os pequenos sem que estes sejam bajulados e lambuzados pelas velhas da redondeza???

 

Rais parta as velhas ( e se fosse só elas anda eu encantada da vidinha)!!!

 

Qualquer coisinha, já sabem...

Muito agradecida!

sinto-me: fula da vida

publicado por Mia às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Conde que é conde...


( foto gamada da internet)

 

 

No Sábado, os miúdos (a Nokas e o Dudu) foram a uma festinha do Halloween. Festinha... festinha nada, aquilo mais parecia uma convenção de bruxas e vampiros de tamanho mini :))

 

O Dudu estava entusiasmadíssimo com a sua capa e mascara de vampiro. No dia anterior tinha-lhe falado do Conde Drácula. Onde viva, os seus hábitos nocturnos e a sua aparência serviam de mote de conversa. O puto de boca aberta e olhos arregalados assimilava cada palavra minha... e eu a temer que à noite o petiz fizesse procissão-de-pé-descanso até à minha cama. Graças aos deuses que tal não aconteceu. Não sentiu medo nenhum, bem pelo contrário.

 

Chega a hora de vestir a indumentária e o catraio começa a olhar de esguelha para o traje.

Escusado será dizer que os trajes foram comprados numa loja baratinha, baratinha... vulgo " loja do chinês". Para irem brincar durante 3 horas servia perfeitamente. Também não é segredo nenhum que a qualidade dos artigos é um pouco duvidosa e o puto não perdoou:

 

- " Tu ontem disseste que o Conde (drácula) vivia num castelo..."

 

-"Sim, num castelo"

 

- Ahhhh!!! Ele vivia num castelo e usava uma capa tão rasca???" – enquanto olhava para mim através do seu fino tecido.

 

Eu com uma vontade de me rir, resisti e achei por bem inventar um pouco

 

- " Oh filhote, não fiques triste. Sabes a mamã teve que comprar uma capa a correr e só encontrei esta. Ainda estive para pedir ao Conde Dracula a sua capa emprestada.”

 

- “ A sério?? A sério??” - dizia ele com ar empolgado

 

- “ Mas, olha, já estava a ficar de noite e a mamã ainda podia levar uma valente dentada...."

 

- “ Deixa lá, mamã! Deixa, eu não fico triste... Mas, para a próxima telefona-lhe primeiro!!”

 

Rais parta a lata do puto. Não deixa de ter a sua razão : conde que é conde não se apresenta com capas do "chinês"!!

 

 

sinto-me: a rir, a rir

publicado por Mia às 13:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
29
30


....

.ainda fresquinhos

. incredula.

. A lady Baba está gaga!

. o casamento de uma prince...

. já voltei e não fui pelos...

. se eu não voltar...já sab...

. Ah?? Não percebi...

. porque sim...

. curtissima

. é oficial: eu já não vou....

. isto realmente....

.arquivos

. Abril 2011

. Março 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

Palm Springs Lofts
blogs SAPO

.subscrever feeds