Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

mentiras piedosas

 

(imagem retirada da internet)

 

 

 

Os divórcios, regra geral, nunca são fáceis. Este processo penoso pode ser devastador para qualquer um. As maneiras de reagir são imensas… há uns que se deixam ir abaixo, outros encontram forças e erguem-se num instante, outros procuram o chamado “sumo de limão” (pessoa de substituição – rápida e temporária -  para tirar o gosto anterior), outros mudam de visual e por aí fora…

 

Uma amiga de uma grande amiga minha de momento está a passar por tal fase. Levantar-se da grande partida que a vida (ou o ex) lhe pregou. Na semana passada tinha anunciado que precisava de mudar de visual. Precisava de sair daquela imagem mais que batida. Na altura, quem estava presente, incentivou-a. Às vezes basta pequenas mudanças para que a autoconfiança e o amor-próprio cresça.

 

E quando as coisas não correm bem… será que temos o direito de dizer a verdade? A verdade pode magoar e a mudança – que tinha como função elevar o ego – pode ter o efeito contrário. Consequentemente, será um verdadeiro desastre.

 

Foi o que aconteceu. A rapariga achou que uma mudança radical era aquilo que estava a precisar. Mudança de tom de pele, corte de cabelo e cor de cabelo. Ou seja, deixou de ser uma miúda de cabelos castanhos-escuros e pele clara e transformou-se numa morenaça de cabelo loiro e curto.

 

Hoje, quando a vi nem a reconheci, se não fosse a minha amiga acho que nem dava por ela. Vinha toda sorridente, estava feliz!

 

Enquanto nos dizia o que tinha feito na mudança do visual (como se n se notasse) perguntava, sistematicamente, se gostávamos ou se ficava bem.

 

A R. afirmava que sim, que estava giríssima! … E eu, e eu… bem… a tentar arranjar respostas tipo NIM (nem não, nem sim). Lá ia soltando umas frases “ realmente está diferente” e respostas similares.

 

Se há coisas que eu não consigo é dizer que estava o mustiiii, quando na realidade eu não acho nada disso. Pessoalmente, acho que se as pessoas pedem a minha opinião (seja a vivo e a cores ou na net) digo aquilo que penso. Se não querem ouvir, não perguntem!

 

Mas, neste caso, anui que seria melhor manter os meus pensamentos só para mim. De forma alguma queria magoar a rapariga. Mentir, não menti. Mas também não respondi directamente ao que era perguntado. Nestas situações acho que uma mentira “piedosa” não faz mal a ninguém! J

 

Olhem se eu dissesse:

 

- A cor do bronzeado está gira. É pena é que não te aplicou o spray não fazia a mínima do que estava a fazer… estás toda malhada, pareces uma onça!

 

- Tinhas um cabelo tão lindo e assassinaram-no. O corte não é dos que te favorece mais, as raízes continuam escuras (tipo um auto-estrada no meio de uma seara) e esse loiro palha… pelo amor da santa! Tu processa o cabeleireiro!

 

sinto-me: a fumegar

publicado por Mia às 20:48
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De M. a 14 de Maio de 2008 às 23:30
Concordo plenamente contigo... também tenho dificuldade em não dar a opinião sincera... mas já percebi, que realmente, de vez em quando, temos de ser piedosas... :)
beijinhos


De Mia a 15 de Maio de 2008 às 18:37
é melhor assim do que a miuda ir abaixo novamente, está feia mas feliz! _:D
Bjokinhas


De S_Azores a 14 de Maio de 2008 às 23:52
Tadita, as pessoas realmente as vezes nao têm noção do que estão a fazer...
Não tens medo que a mulherzinha leia isto, opah tal choque se lhe davas com a tua frontalidade!
Mas é mesmo assim, nós as tais que dizem tudo o que vem à cabeça às vezes temos de fazer estes sacrificios em prol da felicidade de outrem...
beijinhos*


De Mia a 15 de Maio de 2008 às 18:38
Olha se ler... temos pena. Não estou a dizer mentira nenhuma -:P
bjokinhas


De DyDa/Flordeliz a 15 de Maio de 2008 às 01:05
Sabes anos atrás aconteceu-me algo muito estranho.
Fui protagonista de uma história para a qual apenas fui convidada para a boda.
Eramos amigos de toda a familia (muito) e vizinhos além de serem meus clientes.
- Um casamento!
A rapariga era jovem e apareceu à minha porta manhã cedo em pânico (talvez por eu ser muito mais jovem que a mãe veio à minha procura) acredita, nunca tinha visto tanta insegurança numa só pessoa.
Chorava, ria, perguntava se estava bonita se estava bem se o cabelo estava bem, se o vestido era bonito...
Nunca vi um casamento igual! Nunca!
A noiva chorava, o noivo chorava, os pais da noiva choravam.
- Meu Deus!
Sabes o mais estranho e que ainda hoje me deixa triste? É a imagem que tenho dela "uma criança a casar" nesse dia.
Morreu de doença passados talvez uns três anos .
Ás vezes penso, será que de alguma forma o seu comportamento tinha a ver com o seu destino?! Será?
- Era apenas uma menina!
Desculpa acabei por fugir do teu tema.


De Mia a 15 de Maio de 2008 às 18:40
que historia triste! Podia ser só nervosismo do casamento, ou se calhar ela foi para um casamento que não ia a favor da sua vontade... sei lá! Mas, não deixa de ser um relato muito triste!
Bjokinhas


De divaegugas a 15 de Maio de 2008 às 09:36
olha querida eu tambem cortei o cabelo e ficou uma boa m****a agora é esperar que cresça...grrrrrrrrrrr. e a cabeleireira devia estar bebada porque ficou todo mal cortado


De Mia a 15 de Maio de 2008 às 18:42
Não fiqueis triste que o meu cabelo está a passar a fase estupida, nem está grande nem curto... porra parece que às vezes acorda com vontade propria :))
Bjokinhas


De pnf a 15 de Maio de 2008 às 12:01
O politicamente correcto é uma coisa que nos mói por dentro, mas às vezes dá um jeitaço, não é?


De mimi a 15 de Maio de 2008 às 12:04
Coitada da rapariga, está assim tão mal!

Acho que fizeste bem, não lhe dizer o que achavas, como tu disseste é uma mentira piadosa, e às vezes é o melhor mesmo.
Bjs

PS: Gosto muito do teu novo visual


De chezki a 15 de Maio de 2008 às 15:44
Com o intuito de não magoar ninguém, estou sempre a cometer as ditas "mentiras piedosas", mas não as suporto e repreendo-me sempre depois de mais uma.

Quando sou sincera e frontal, vejo o desalento nos olhos de quem está a ouvir a pura das verdades e torno a repreender-me.

Lá diz o ditado: "Preso por ter cão, preso por não o ter".

Beijocas
Mãe Caracoleta em total repreensão


De coisasdecoracao a 15 de Maio de 2008 às 15:54
Sabes eu acho que fizés-te bem em controlar a tua vontade de dizer a verdade, é que darmo-nos conta que a mudança não agradou assim tanto já não é fácil ainda mais num momento complicado como está a tua amiga.
E deixa lá que se está assim tão mal, ela vai acabar por perceber por ela própria!
Bjs


De sandra a 15 de Maio de 2008 às 16:15
Deveria se poder dizer a opiniao sem ter medo de magoar. Mas nao é assim... por isso a mentira piedosa é a melhor soluçao.

beijus


De Miss Pepper a 15 de Maio de 2008 às 19:51
Adorei o "sumo de limão"! o que uma pessoa aprende consigo, dona Salpiquinhos!
Eu sou muito sincera mas nestes casos opto por rodear a questão, dou respostas tipo as tuas para não magoar as pessoas.
Realmente a moça deve ter ficado abominável! Antes do se por bronzeadores artificiais deve fazer-se uma boa exfoliação para não ficarmos às bolinhas e loira com um carreiro de terra no mei da cabeça, deve estar um must!

Zinhocas1


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
29
30


....

.ainda fresquinhos

. incredula.

. A lady Baba está gaga!

. o casamento de uma prince...

. já voltei e não fui pelos...

. se eu não voltar...já sab...

. Ah?? Não percebi...

. porque sim...

. curtissima

. é oficial: eu já não vou....

. isto realmente....

.arquivos

. Abril 2011

. Março 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

Palm Springs Lofts
blogs SAPO

.subscrever feeds