Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Se os joelhos falassem...

 

 

Numa das visitas que fiz ao hospital com a Nokas (quando ela espetou um vidro no joelho), ela chorosa dizia-me: “ pois, pois… se fosse contigo também estavas a chorar. Tu por acaso sabes o que isto é?” – isto enquanto o enfermeiro observava o joelhito da princesa. E eu pacientemente respondi-lhe: “ Olha bem para os joelhos da mamã. Tu achas que a mamã não sabe o que é ter uma ferida no joelho?”

 

O enfermeiro curioso olhou para os meus joelhos, sorriu, e respondeu à Nokas:

 

- “ A felicidade de uma infância vê-se pelos joelhos.”

 

Os meus joelhos são uma desgraça completa. Não a nível de articulação, mas sim a nível estético. Estão cheios de marcas e cicatrizes resultantes de pequenas quedas, grandes quedas, chuteiras que “aterravam” no joelho, patinagens artísticas nos charcos gelados em que acabava o meu número de joelhos no chão, subidas às arvores que terminavam sempre em grandes “aterranços” (devia ter a mania que sabia voar), descidas de bicicleta em velocidade não recomendada e sem travões (weeee era a loucura), acertos de contas com alguns amiguinhos…enfim, reflexos de uma menina que tinha a mania que era Maria-rapaz.

 

Hoje, enquanto olho para os meus joelhos, recordo a minha infância, esboço um sorriso ao passar a minha mão pelas provas do crime, vulgo cicatrizes, e admito:

 

“Como fui feliz na infância” - não trocava uma cicatriz.

sinto-me: a recordar a infância

publicado por Mia às 11:43
link do post | comentar | favorito
26 comentários:
De LittleStar ♥ a 12 de Setembro de 2008 às 12:02
Os meus joelhos tao horriveis :|
Eu nca gostei d andr d saia ou calçoes pq s notavam tantas marcas xD
Agora... vendo por este pto d vista, tbm nao as trocava por nada :)

Beijinhuu


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:28
Eu nunca me importei de mostrar as minhas "medalhas de guerra" LOL. Sempre me habituei a viver com elas, cada marquinha é uma história... a minha história. são estas marcas que nos tornam diferentes, pois cada um de nós tem a sua história :))
Bjokinhas


De mamaepedro a 12 de Setembro de 2008 às 12:12
Eh pá, nem uma marca tenho nos joelhos, realmente o enfermeiro tem razão!!!!

Beijokas


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:33
Não, minha querida, o enfermeiro não tem razão. a menina é que tem uma pele fantástica que cicatriza sem deixar marcas! :))))
Bjokinhas


De cerejinha a 12 de Setembro de 2008 às 12:42
Tambem os meus joelhos, alias, as minhas pernas, estão uma desgraça.

É cicatrizes que lá foram parar das mais variadas formas, é nodoas negras que deixaram uma marquinha para sempre, são ossos que ficaram um bocado estragaditos, são rotulas deslocadas por excesso de exercicio fisico, que me dão dores desde os meus 10/12 anos.

Mas garanto-te tambem, não trocava isto por nada, nem por umas pernas maravilhosas, mas sem a minha historia de infancia.

Bjinhus


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:37
bem... ter uma infancia feliz... e sem marcas tb não era mal pensado, nah xenhora! LOL
Mas tens toda a razão... as marcas são pedaços de historias da nossa vida :))))
bjokinhas


De estrelaquebrilha a 12 de Setembro de 2008 às 14:38
Faz parte da nossa infância ter umas marcas bonitas para mais tarde recordar:)
bj e bom fds


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:34
a parte da " marcas bonitas" é que é um bocado suspeito! LOLOL... pronto não são muito bonitas, mas tem um valor de estimação consideravel! LOL
Bjokinhas


De Moira a 12 de Setembro de 2008 às 14:44
Ao ler este post, também eu sorri e recordei todas as traquinices de quem também subia às árvores e das àrvores para os telhados para atirar minúsculos pára-quedas feitos com sacos plásticos, cordéis e pedrinhas...
Se voltasse atrás faria tudo exactamente igual, porque a felicidade não se troca.
Bjs e bom fim de semana


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:41
às vezes quando os meus filhos aparecem com umas mazelas novas... só me apetece ralhar com eles... depois lembro-me daquilo que eu fazia e fico sem autoridade moral (devido ao meu historico) e acabo por sorrir. Corpos sem marcas são bonitos sim... mas se o preço for uma infancia sem diabruras, transformar crianças em monos... eu dispenso!
bjokinhas


De Moira a 12 de Setembro de 2008 às 20:32
Concordo plenamente!
Cada vez que me lembro que ofereci uns patins aos meus sobrinhos e as minhas cunhadas os esconderam para os meninos não cairem até me doi o coração.
Não tenho filhos mas considero que a vida é uma aprendizagem e se caimos, levanta-mo-nos e continuamos, é assim que deve ser para tudo.
bjs


De Jorge Soares a 12 de Setembro de 2008 às 15:32
Ora ai está uma grande verdade.... diz lá que não trocavas essa infância de maria rapaz por uns joelhos bonitinhos!

Jorge



De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:43
Nah, nah!! Não trocava nada, Jorge! Cada queda é um bocadinho das minhas travessuras que me faziam tão feliz :)))
Bjokinhas


De meninadesonhos a 12 de Setembro de 2008 às 19:26
Quando li que a tua filhota tinha ido ao hospital por causa do tal vidro no joelho, relembrei que há uns anos atrás quando vinha do mini-mercado com umas garrafas de azeite que a minha mãe pediu para comprar, escorreguei e caí.. E aconteceu que fiquei como a tua filha e lembro-me que como estava a demorar imenso tempo o meu pai me veio procurar e quando me viu naquele estado, pegou-me ao colo e levou-me para casa. A minha mãe tirou os vidrinhos e tratou de mim... Ainda hoje tenho as marcas e cada vez que olho para elas lembro-me como era bom ser criança, sempre com os pais a tratar de nós!

lol

Sou uma mimalha!

Beijinho


De Mia a 12 de Setembro de 2008 às 19:47
Fizeste-me sorrir ao teu este teu comentário delicioso. Sabes, é assim que eu gostava que os meus filhotes se recordassem da infancia deles... as travessuras, alegrias e até mesmo as pequenas contradições da vida... mas sempre com a figura dos pais por detrás, para lhes dar o colinho, de os protegerem e lembrarem-lhe como é bom ser criança :)))
Bjokinhas


De LEA a 13 de Setembro de 2008 às 00:17
Joelhos, canelas, cotovelos...
Como eu te compreendo!!!
Beijos


De Mia a 16 de Setembro de 2008 às 21:13
eheheheh

estou a ver que também tiveste uma infancia bem vivida! :=)))
bjokinhas


De pnf a 15 de Setembro de 2008 às 11:22
Se entenderes uma cicatriz como uma medalha (tal como eu faço), então faz todo o sentido gostares das tuas. Afinal, quem é que recusa medalhas? Toda a gente gosta delas.


De Mia a 16 de Setembro de 2008 às 21:14
As minhas "medalhas" são todas de mérito e teimosia! é que mesmo caindo varias vezes não aprendi a lição!LOL
Bjokinhas


De Teresa a 15 de Setembro de 2008 às 16:38
Sabe tão bem recordar tempos felizes, também tenho algumas marcas nos joelhos :D é bom tê-las!

Beijinhos linda***


De Mia a 16 de Setembro de 2008 às 21:16
Se calhar as marcas e cicatrizes servem mesmo para isso: obrigarmo-nos a recordar tempos felizes :))
bjokinha grande :)))


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
29
30


....

.ainda fresquinhos

. incredula.

. A lady Baba está gaga!

. o casamento de uma prince...

. já voltei e não fui pelos...

. se eu não voltar...já sab...

. Ah?? Não percebi...

. porque sim...

. curtissima

. é oficial: eu já não vou....

. isto realmente....

.arquivos

. Abril 2011

. Março 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

Palm Springs Lofts
blogs SAPO

.subscrever feeds